Estudos especiais – Investigação dos fatores relacionados à saída de famílias do Cadastro Único e Efeitos de longo prazo da educação financeira em escolas brasileiras: evidências de ação educacional de 2010-2011

Investigação dos fatores relacionados à saída de famílias do Cadastro Único

Esse estudo apresenta uma análise dos dados de entrada das famílias cadastradas em 2012 e examina dinâmica de saída dessas famílias utilizando a técnica da Análise de Sobrevivência. Ao comparar aquelas que saíram com as que permaneciam no Cadastro Único em 2019, encontra-se que fatores ligados às características das famílias – como sua composição, níveis de renda e localização geográfica, gênero e escolaridade do responsável familiar e acesso ao Bolsa Família – estão associados a diferentes probabilidades de permanência no Cadastro. Nota-se que as famílias com acesso a conta em instituição financeira e ao crédito têm chances respectivamente 17% e 46% maiores de saírem do Cadastro. Ressalta-se, porém, que embora o uso de microdados seja um avanço em estudos da relação entre acesso ao crédito e condições de renda dessas famílias, existem ainda desafios importantes na identificação da causalidade entre essas variáveis.

Tela de computador com fundo preto

Descrição gerada automaticamente

Efeitos de longo prazo da educação financeira em escolas brasileiras: evidências de ação educacional de 2010-2011

O estudo apresenta os primeiros resultados de uma avaliação de impacto de longo prazo de uma ação de educação financeira com a participação de cerca de 25 mil estudantes do nível médio de 892 escolas públicas em seis estados brasileiros realizada em 2010 e 2011. Com base em um conjunto de aproximadamente 16 mil CPFs, informações das bases administrativas disponíveis no BCB permitiram a comparação dos alunos dos grupos de controle e tratamento. Os principais resultados são que, no período entre junho de 2016 e dezembro de 2019, os indivíduos do grupo tratamento tiveram uma probabilidade média 9,0% inferior de uso do cheque especial e 6,8% menor de uso do rotativo de cartão de crédito do que o grupo de controle. Esse resultado sugere que a ação de educação financeira foi bem-sucedida com relação ao uso do crédito. Além disso, o uso de cartões de crédito para compras foi 5,7% menor no grupo tratamento.

Uma imagem contendo voando, pipa, grande, quarto

Descrição gerada automaticamente

Tela de computador com fundo preto

Descrição gerada automaticamente

https://www.bcb.gov.br/publicacoes/estudosespeciais

Diretoria de Política Econômica

As transmissões de e-mail podem ser corrompidas. O remetente não será responsável por erros ou omissões no conteúdo na mensagem advindos das transmissões de e-mail.

Para sair da lista, clique em Excluir e preencha os campos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here