CREDITO E MERCADO Nossa Visão – 28/04/2022

OSSA VISÃO – 26/04/2022

Retrospectiva

Na semana terminada no dia 22/04, mais curta por conta do feriado de Tiradentes (21), o índice Ibovespa encerrou a sexta-feira (22) com queda de 2,86%, o que representou uma pontuação de 111.077,51 pontos, no acumulado semanal a queda foi de 4,39%. Essa e a maior queda em um dia desde 26 novembro de 2021, quando o índice contemplou uma queda de 3,39%.

O dólar, na esteira de momentos de maiores incertezas, se firmou como um ativo seguro para cenários como os atuais e, teve aumento de sua demanda interna fechando a sexta-feira com uma alta de 4,07%, sendo contado em R$ 4,80. Esse aumento representou a maior alta percentual desde 16 de março de 2020 em um único dia, momento em que se iniciou a pandemia da covid 19.

Na respectiva semana, a moeda americana teve uma valorização 2,34% e em 2022, registrou até a semana passada uma desvalorização de 13,76%.

O seguinte cenário atual confirma o momento com maiores incertezas, tanto interna quanto externamente, além da percepção de uma inflação ainda com viés de alta, o que por sua vez faz o mercado ficar mais cauteloso e buscar ativos que represente maior segurança para os investidores, como o dolar e os títulos americanos em detrimento da renda variável e do real.

Tal incerteza se dá por conta dos novos conflitos entre o presidente da república e o poder judiciário envolvendo o “caso Daniel Silveira”, quando o presidente concedeu a graça ao respectivo Deputado Federal em oposição a decisão condenatória do Supremo Tribunal Federal (STF).

No ambiente internacional, o FED (Federal Reserve Bank), a ponta cada vez mais para um aperto monetário com o objetivo de minimizar elevação da inflação que acomete toda a economia mundial resultante dos estímulos contra a pandemia e a quebra de produção com dimensões globais que se perpetua até o atual momento na maior parte das economias.

A boa notícia, ou que ao menos ameniza as condições desfavoráveis vem do continente asiático onde, na semana passada foi divulgado o resultado trimestral do PIB Chinês. A China avançou 4,8% no último trimestre encerrado em março contra o trimestre imediatamente anterior, a estimativa para o trimestre era de um crescimento de 4,6% para alguns analistas consultados pelo The Wall Street Journal, percentual que também supera o mesmo período do ano anterior, onde houve um crescimento registrado na casa dos 4%.

No continente europeu o final da semana foi marcado pela reeleição do presidente frances Emmanuel Macron, sendo o primeiro presidente do país a conseguir o feito.

A França é atualmente a sétima maior economia do mundo, atrás da Alemanha e possui forte influência nas decisões que podem impactar tanto na zona do euro como nas demais economias do mundo, como por exemplo, nos assuntos pertinentes aos conflitos entre Rússia e Ucrânia.

Relatório Focus

A greve de alguns colaboradores do Banco Central que afetou a divulgação do Boletim Focus nas últimas semanas, entre outras informações, foi suspensa (temporariamente) até a presente data.

A categoria aguarda do governo uma proposta contemplando reajuste linear para todas as categorias federais de 5% e outros dois pontos não salariais para que, em caso de acordo entre as partes, a greve seja definitivamente suspensa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here